Como utilizar e-mail e whatsapp para se comunicar com os pacientes?

Estabelecer uma comunicação eficiente com os pacientes do seu consultório, ofertando diferentes canais de contato e uma maior facilidade para que isso aconteça, certamente é um grande diferencial nos dias de hoje.

Com a popularização dos smartphones e a difusão de uma cultura mobile, cada vez mais os meios tradicionais de comunicação são deixados de lado e substituídos pelos aplicativos, redes sociais e e-mails.

Nesse contexto de mudanças de hábitos das pessoas, é fundamental que os empreendimentos e os profissionais que lidam diretamente com o público — como é o caso dos consultórios médicos — se adaptem a essa nova realidade, utilizando outros meios de comunicação além do telefone fixo.

Por isso, pensando em ajudar, neste post apresentamos a você como utilizar e-mail e WhatsApp no seu consultório. Continue a leitura e aprenda como aproveitar todo o potencial dessas ferramentas!

Existem restrições para a utilização do WhatsApp no meio médico?

Antes de falarmos propriamente sobre como utilizar o WhatsApp no consultório, convém explicarmos se existem ou não restrições éticas quanto ao uso desse tipo de ferramenta no dia a dia do médico.

Esse é um tema quem vem sendo bastante debatido, especialmente por ter repercussão na ética profissional e sigilo das informações trocadas entre médico e paciente. Existem algumas condutas que, segundo o Conselho Federal de Medicina (CFM), são permitidas, assim como também existem aquelas vedadas. Confira a seguir algumas delas:

Condutas permitidas

  • recolhimento de exames: não há nenhum tipo de impedimento para que clínicas e médicos recebam, por meio digital, arquivos e/ou documentos relacionados a exames ou recomendações passadas em consulta presencial;

  • marcar consultas: da mesma forma como é feita por telefone, as consultas podem ser agendadas e desmarcadas pelo aplicativo, sendo apenas mais um meio de comunicação;

  • consultoria entre profissionais da saúde: assim como ocorre pessoalmente, médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, radiologistas, entre outros profissionais da saúde, podem utilizar o WhatsApp ou outro meio digital para discutir casos clínicos, a fim de ter uma opinião especializada e embasar melhor suas decisões.

Condutas vedadas

  • utilizar listas de transmissão e grupos: apesar de comum em outras áreas, a divulgação de serviços, métodos etc., não é permitida pelo Conselho Federal de Medicina;

  • realizar consultas: segundo o artigo 114 do Código de Ética Médica, “é vedado ao médico consultar, diagnosticar ou prescrever por qualquer meio de comunicação de massa”.

Como utilizar e-mail e WhatsApp no meio médico?

Não há como negar que as mídias sociais e toda essa tendência de utilização de dispositivos móveis e aplicativos influenciam a rotina dos médicos. Hoje, o acesso à informação é muito mais amplo, os pacientes estão mais preocupados e exigentes, demandando uma postura diferente por parte do profissional da medicina, sobretudo quando a pessoa sai do consultório após uma consulta.

A seguir, elencamos alguns dos diferenciais que o WhatsApp e o e-mail podem trazer para o atendimento do seu consultório. Confira:

Acompanhamento e resolução de dúvidas a distância

Após uma consulta médica, é muito comum que haja a necessidade de um acompanhamento do paciente por alguns dias, a fim de se comprovar a melhora e proporcionar o melhor tratamento. Nessas horas, o WhatsApp, principalmente, pode ser um recurso interessante. A agilidade e facilidade de contato por esse meio permite que o médico consiga manter contato com o paciente, recebendo feedbacks e avaliando situação mais simples, que dispensam uma consulta pessoalmente.

Isso poupa tempo de ambas as partes e ainda dá mais tranquilidade ao paciente, já que ele pode fazer contato rápido com o seu médico, tirando dúvidas e informando-o a respeito do seu quadro. Além do mais, o aplicativo também pode ser bastante útil quando o médico ou o paciente estão viajando, mas necessitam manter um contato contínuo.

Agendamento de consultas

A utilização do telefone ainda é bastante comum nesse momento. No entanto, a evolução dos hábitos das pessoas, somada a um ritmo de vida acelerado, faz com que métodos mais cômodos e fáceis, como enviar uma mensagem instantânea, se tornem cada vez mais usuais.

Sabendo disso, as clínicas e os médicos podem utilizar o WhatsApp, ou até mesmo o e-mail, como ferramenta adicional na hora de organizar a sua agenda de atendimentos. Além da vantagem da facilidade, há também o benefício da redução dos custos com ligações, na hora de remarcar ou confirmar uma consulta.

Comunicação profissional

Com o lançamento do WhatsApp Business, pequenos empreendimentos terão mais um aliado para melhorar a comunicação do negócio. Com essa ferramenta, médicos poderão organizar melhor a rotina do seu consultório, estabelecendo uma comunicação segura e profissional com colaboradores, pacientes, fornecedores e parceiros, dando muito mais credibilidade aos seus serviços.

Além dessas, outras vantagens podem ser experimentadas com o uso do aplicativo:

  • possibilidade de avaliar a eficiência das interações a partir de estatísticas de envio e recebimento de mensagens;
  • perfil empresarial completo, no qual o paciente poderá visualizar informações sobre o estabelecimento, como endereço, breve descrição, e-mail e outros contatos;
  • mensagens automáticas, caso contatos sejam feitos fora do horário de atendimento.

Marketing e relacionamento

Tanto o WhatsApp quanto o e-mail podem ser poderosas ferramentas para melhorar a imagem do consultório e o relacionamento com os seus pacientes. Por exemplo, é possível estabelecer um cronograma de envio de mensagens com conteúdo relevante para o seu público, mensagens personalizadas, e-mails comemorativos etc.

Esse tipo de postura demonstra comprometimento e preocupação com o paciente — fatores essenciais na fidelização e no fortalecimento da marca.

Vale destacar que não existe nenhuma restrição legal ao médico quanto à publicidade, sobretudo quando a finalidade é única e exclusivamente informar a população.

Por fim, como vimos, a tecnologia pode ser uma grande aliada da rotina dos médicos. Hoje, softwares para consultórios, por exemplo, reforçam a qualidade operacional das clínicas, auxiliando na gestão e administração do negócio. Além deles, os aplicativos de comunicação e o tradicional e-mail, trouxeram uma nova roupagem para os atendimentos, tornando a relação médico-paciente muito mais estreita e satisfatória.

Agora que você sabe como utilizar e-mail e WhatsApp no seu consultório, não pare por aqui. Existem outras ferramentas que podem tornar a rotina do seu empreendimento muito mais organizada e moderna. Entre em contato conosco e conheça as melhores soluções!

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2018 Grupo SYM.

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?